10 temperos para plantar em vasos

Os temperos, além de dar um gostinho especial à comida, podem ser bons aliados para uma alimentação mais saudável. E há, literalmente, temperos para todos os gostos! Por isso, cada vez mais, a procura por essas especiarias sai das prateleiras dos mercados para ir para as hortas caseiras. E não precisa de um espaço muito amplo para aderir a essa ideia – há muitos tipos de temperos para plantar em vasos e em espaços mais compactos!

Que tal saber um pouco mais sobre os benefícios dessa prática? Neste artigo, conheça o poder dessas especiarias e veja dicas de temperos para plantar em vasos. Acompanhe a seguir.

Os benefícios dos temperos naturais

Os temperos deixam as refeições ainda mais saborosas e nutritivas. Eles podem ser utilizados também como complemento ou mesmo substitutos para o sal, evitando o excesso de consumo e problemas como a hipertensão.

Ainda, de modo geral, eles têm poder anti-inflamatório, antioxidante e antibiótico. É importante ressaltar que esses benefícios são próprios dos temperos naturais – os industrializados apresentam alta concentração de sódio, corantes, aromatizantes artificiais, entre outros ingredientes que não são benéficos para nossa saúde.

10 exemplos de temperos para plantar em vasos

No Brasil, contamos com diversos tipos de temperos, com seus sabores e benefícios. Conheça alguns dos tipos de temperos para plantar em vasos e seus benefícios para a saúde.

1. Manjericão

O manjericão é rico em ferro, magnésio, potássio e cálcio. Como se fosse pouco, ele ainda tem função desintoxicante, digestiva e antisséptica.

2. Alecrim

Esse tempero de origem mediterrânea atua favorecendo o controle da pressão arterial e do colesterol. Ele também exerce ação diurética e anti-inflamatória.

3. Coentro

O coentro apresenta propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e antioxidantes. Esse tempero para plantar em vaso também ajuda no controle da glicemia e da ansiedade. Ainda, para quem busca emagrecer, ele favorece a sensação de saciedade.

4. Pimenta caiena

Favorece um bom processo digestivo e estimula o metabolismo, além de ajudar a combater a prisão de ventre.

5. Cúrcuma

Com ação oxidante, a cúrcuma pode ajudar a melhorar a digestão e a retardar o envelhecimento celular.

6. Louro

O louro apresenta propriedades anti-inflamatórias, antirreumáticas, diuréticas e expectorantes. Suas folhas são ricas em ácidos graxos insaturados mono, que ajudam a reduz o colesterol LDL (o ruim).

7. Orégano

Esse pode ser um bom aliado para quem está buscando emagrecer. Isso porque o orégano ajuda na produção de enzimas responsáveis pela digestão de carboidratos, atuando como tônico digestivo. Ainda, essa espécie perene é antioxidante e levemente diurética.

8. Cebolinha

A cebolinha é uma das preferências nacionais entre os temperos para plantar em vasos. De uso versátil, ela é rica em flavonoides, magnésio, ferro e cálcio, além de ter ação anti-inflamatória.

9. Salsinha

Muitas vezes utilizada junto à cebolinha, a salsinha é um tempero de sabor bastante característico. Ela contém minerais como ferro, cálcio, zinco e potássio. Ela exerce ação antineurálgica, antibacteriana e antioxidante.

10. Manjerona

Assim como outras especiarias, a manjerona pode ser utilizada como tempero ou como chá. Fonte de antioxidantes, ajuda a proteger o sistema imunológico e cardiovascular.

Como plantar seus temperos em vasos?

Agora que você escolheu as especiarias de sua preferência é hora de colocar a mão na massa! Para isso, será preciso:

1. Determinar o local para sua hortinha de vasos

O local escolhido para colocar os vasinhos deve contar com boa luminosidade – boa parte dos temperos para plantar em vasos precisa de, pelo menos, quatro horas diárias de exposição solar.

2. Escolher os vasos

Também é importante observar as necessidades dos temperos na hora de escolher os vasinhos. Há espécies, como o manjericão, por exemplo, que podem chegar a 60 centímetros de altura e que demandam vasos maiores para plantio.

Já o orégano pode ser plantado em um recipiente menor. De modo geral, o vaso precisa ter, no mínimo, 20 cm de altura, podendo ser individual, conjunto (estilo jardineira) ou mesmo uma composição de vasos em um jardim vertical.

3. Determinar quais espécies plantar juntas ou em recipientes separados

Você pode plantar espécies diferentes no mesmo vaso, observando a distância entre elas. o manjericão e o coentro, por exemplo, convivem bem juntos e podem ser plantados a uma distância de 30 centímetros um do outro.

No entanto, outras, como a salsa, não apresentam essa característica – na verdade, o recomendado é que ela não fique tão próxima das demais para que sua ação metabólica não prejudique o desenvolvimento das outras espécies.

4. Preparar a terra

É preciso deixar a terra bem fofinha para seus temperos receberem a água e os nutrientes que precisem. Nos vasos, de modo geral, pode-se deixar ao menos 30 cm de terra. Posteriormente, é importante também adubar a terra para as espécies terem ainda mais nutrientes.

5. Seguir as recomendações

Se você optar por plantar sementes, siga as recomendações da embalagem do produto. Com isso, você seguirá as melhores práticas para as espécies escolhidas de temperos para plantar em vasos.

E então, o que achou dessas ideias de temperos para plantar em vasos? Pensa em utilizar essas especiarias em sua hortinha caseira? Deixe sua mensagem nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *