Como construir um deck em volta da piscina?

Deck em volta da piscina

Para a construção de um deck, o primeiro passo, certamente, é fazer um projeto, definindo a área que ele deverá ocupar. Por isso, a não ser que você tenha experiência no ramo de construção, o melhor é entregar o trabalho para um bom profissional.

No artigo de hoje, vamos falar sobre como construir decks. Acompanhe.

Os diferentes tipos de deck

Na construção de um deck, é possível determinar qual metodologia de aplicação usar, que pode variar conforme disponibilidade financeira e/ou disposição.

Deck Modular

Deck Modular

O deck modular é a forma mais prática de montar essa estrutura. Ele possui um sistema de encaixe do tipo “macho-fêmea”, feito por uma estrutura de borracha que traz versatilidade para o ambiente e simplicidade no momento da instalação. Além disso, não é estritamente necessário gastar com profissionais para montar o deck, o que ainda diminui significativamente o custo total do deck.

Deck tradicional

Deck tradicional

Outra forma de construir um deck é usando materiais que demandam beneficiamentos e tratamentos específicos para que possam consolidar sua construção. Nestes casos, como a instalação pode ser mais trabalhosa, é importante chamar um profissional da área para que a montagem seja feita da maneira adequada.

Deck de cerâmica

Deck de cerâmica

É necessário usar a cerâmica com textura para evitar acidentes com pés molhados, o que não eleva muito o preço. Esse é um dos materiais mais baratos para este tipo de estrutura e com uma vida útil mediana, em especial se o clima for do tipo seco e chuvoso. Fácil de lavar, o deck de cerâmica não oferece problemas, mesmo com produtos fortes para sujeira pesada.

Um dos pontos fracos é absorver a temperatura ambiente, podendo criar um piso quente em dias de alta temperatura.

Deck de madeira

Deck de madeira

Este é um dos tipos de projeto preferidos por quem vai construir um deck. Quando bem conservada, a madeira dura mais de uma década, mas necessita de polimento, produtos não abrasivos e uma série de cuidados para manter o brilho.

A madeira necessita, também, de boa seleção para poder estar em contato constante com água, sem ocasionar problemas ao visual e estrutura.

Deck de pallets

Deck com paletes de madeira

Já para quem não se importa com a simplicidade, mas, sim, com a economia, pode construir um deck em madeira, porém usando os já conhecidos paletes, que, em geral, são descartados pelas transportadoras e viram cinzas.

Porcelanato rústico

Deck de porcelanato

Não estamos falando do modelo liso e espelhado, mas do rústico com acabamento tipo mosaico. Ótimo pelo seu brilho discreto, não absorve grande quantidade do calor do ambiente e ainda acrescenta valor visual ao projeto.

Deck de Plástico

Deck de plástico

Esse material apresenta muitas vantagens, uma vez que tem características antiderrapantes, é durável e ainda pode molhar sem problema algum. Há, também, a vantagem de não esquentar tanto com o calor do sol.

Aspectos relevantes na escolha do tipo de deck

  • Durabilidade na escolha do material: verifique a durabilidade do revestimento e se este é indicado para a área externa. Afinal, é melhor gastar um pouco mais na construção do que gastar o dobro com obras para a troca do deck.
  • Antiderrapante: estamos falando de uma área que vai ficar molhada por estar em volta da piscina, e, para evitar acidentes, é imprescindível que o material não seja escorregadio enquanto molhado ou úmido.
  • Próprio para área úmida: na escolha do entorno da piscina, priorize peças que sejam certificadas para áreas molhadas, afinal, respingos e muita água podem cair nessa área. No caso de madeira, opte pelo material tratado.
  • Custo: colocar tudo na ponta do lápis é algo importante, e não seria diferente neste caso. Não valorize apenas o preço baixo, mas considere, também, todas as outras indicações que garantem qualidade para o deck. Outra dica importante é calcular a área e ver qual material oferece melhor custo-benefício. Por exemplo, um deck de madeira pode ter um custo bem elevado para uma área ampla, então, uma possibilidade é substituir por uma versão mais em conta.
  • Manutenção: a manutenção é algo a se considerar, já que mantém a durabilidade e elegância do projeto. Se você quer custos mais baixos pós-instalação, a melhor opção são os porcelanatos, já que a madeira requer tratamentos para manter a impermeabilidade e beleza.
  • Piso atérmico: outra dica importante para a escolha do piso ao redor da piscina é que ele deve ser feito de material atérmico, ou seja, que não absorve calor, e, com isso, não fica aquecido mesmo nos dias mais quentes do ano.

Deck Plástico da Plastiprime

Solução PlastPrime para construir um deck

Como solução para construir um deck, a melhor solução é o deck modular de plástico da PlastPrime, produto ecologicamente correto, que foi desenvolvido aliando tendências de design e sustentabilidade.

A base do produto é produzida em PEAD, e as ripas com PPTP (plástico proveniente da reciclagem das caixas longa vida). Isto representa um duplo ganho para a sustentabilidade, pois, além de ser reciclável, consegue reutilizar um material de difícil reciclagem – tudo isso sem comprometer a qualidade do material, que oferece ótima resistência ao tráfego, efeitos solares, maresia e umidade.

Além de ser mais barato do que o de madeira, ao construir um deck, o modular plástico não apodrece, racha, empena ou solta farpas, o que garante uma longa vida útil ao produto.

E então, ficou com alguma dúvida sobre qual é a melhor opção para construir um deck? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima. 

3 thoughts on “Como construir um deck em volta da piscina?

  1. Rubens Benbassat disse:

    Olá pessoal da Plastprime,

    Gostei da matéria e do comparativo, mas para ganhar uma publicação mais destacada em outras midias , que eu poderia ajudar a divulgar seria completar com: Uma tabela comparativa com o custo do material e da mão de obra, bem como a maior vantagem e maior desvantagem de cada modelo estudado.
    Ficadika ai para completarem o desafio.
    Um abraço e bons negócios em 2018 !!!
    Obrigado
    Rubens Benbassat

    • PlastPrime disse:

      Olá Rubens,
      Agradecemos pelo feedback e sugestão. Deixaremos anotado aqui para o desenvolvimento de uma próxima matéria!
      Obrigado e tenha um ótimo 2018!
      Abraços!

  2. Pingback: O mercado dos materiais sustentáveis na construção civil - Plastprime

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eBOOK GRATUITO!

 TELHADO VERDE: COMO E POR QUE FAZER?