Como otimizar ambientes pequenos?

Os ambientes pequenos estão cada vez mais presentes em nosso cotidiano, representando uma mudança cultural na sociedade. Hoje, se consegue viver bem em espaços mais compactos, mas com igual conforto e aconchego para os moradores. E sabe por quê?

O mercado vem evoluindo e trazendo diversas novidades nos projetos de design de interiores – há opções voltadas para todos os gostos e orçamentos. Com planejamento, é possível otimizar ambientes e transformar propostas.

Então, quer saber como isso pode ser feito? Neste artigo, confira dicas de como otimizar ambientes compactos. Acompanhe a seguir.

1. Em ambientes pequenos, aposte em móveis multifuncionais

Os móveis multifuncionais são uma grande tendência e se enquadram perfeitamente no objetivo de otimizar ambientes pequenos. Eles geram um melhor aproveitamento dos espaços e, ainda, contribuem positivamente com a decoração dos cômodos.

Os móveis multifuncionais – como o próprio nome sugere – podem ser utilizados para diferentes necessidades, em diferentes momentos. Ou seja, ao invés de você comprar vários móveis diferentes, pode adquirir apenas um que desempenhe as funções de todos esses – interessante, não?

Por exemplo, a banqueta multifuncional da PlastPrime: ela agrega as funções de banqueta, assento, porta-copos e porta-objetos!

2. Dê preferência aos móveis planejados

Escolher móveis planejados para a sua casa é a melhor alternativa para otimizar ambientes pequenos. Isso porque eles facilitam a organização e favorecem o bom aproveitamento até mesmo dos menores espaços.

Essas peças são projetadas conforme as dimensões e necessidades dos ambientes, incluindo aqueles pequenos cantos. Nesse tipo de mobiliário, você não perde em qualidade nem em estética – já que esse tipo de item tende também a valorizar a arquitetura do local.

Assim, os móveis planejados promovem mais benefícios mesmo em menores dimensões, por isso, se configuram como a melhor alternativa para otimização de ambientes pequenos.

3. Deixe de lado o excesso de itens decorativos

As decorações fazem parte da composição dos espaços, mas quando se busca otimizar ambientes pequenos, elas precisam ser utilizadas com cautela. Sendo assim, procure investir em uma proposta mais minimalista, com elementos mais simples e discretos.

O excesso de objetos polui visualmente os ambientes, dificultando a praticidade de uso. Lembre-se de que o menos aqui é mais e trabalhe a decoração só nos detalhes. Quem sabe uma almofada ou champanheira de cor diferente, alguns quadros na parede ou objetos com design mais arrojado em cima da mesa? Todas essas ideias não ocupam muito espaço e conseguem deixar os espaços mais personalizados.

4. Invista na utilização de espelhos

Os espelhos são presença constante nos projetos de interiores, especialmente porque auxiliam muito para otimizar ambientes pequenos. Isso porque eles podem ser usados com inteligência, causando a impressão de amplitude nos espaços. 

E, quanto maiores e mais bem localizados eles estiverem, melhores serão para essa função. Os espelhos ainda se caracterizam como uma alternativa sofisticada, que ajuda a trazer beleza e harmonização aos ambientes.

5. Aplique o conceito de verticalizar

Uma tendência que vem se destacando muito na otimização de espaços pequenos é a de verticalização. É algo simples, mas que pode fazer toda a diferença para um melhor aproveitamento dos ambientes compactos.

Tal ideia se baseia em utilizar espaços aéreos na projeção dos ambientes, como armários embutidos e mezaninos. Ela também é aplicada nos cada vez mais populares jardins verticais, maximizando o uso de espaços e ornamentando os ambientes.

Essa é uma aposta que, além de deixar qualquer cômodo mais utilitário e funcional, transmite estilo e modernidade. Lembre-se: verticalizar é sinônimo de garantir praticidade para a sua casa ou apartamento!

Com algumas pequenas ações, fica fácil otimizar ambientes pequenos. Escolhendo os móveis  e itens decorativos certos, para os espaços corretos e em proporções adequadas, você garante um ambiente compacto cheio de estilo, praticidade e conforto.

Pense nas dicas que compartilhamos neste artigo e comece logo a idealizar o seu próximo projeto. E depois, compartilhe conosco a sua experiência aqui nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *