Condomínio sustentável: como ter um terraço verde?

A urbanização desenfreada veio acompanhada do crescimento de impactos ambientais provocados pelo homem na natureza, como o aumento da poluição, aquecimento global e aumento do efeito estufa. Para reduzir esses efeitos, algumas ações sustentáveis vêm sendo adotadas nos grandes centros urbanos, entre eles destaca-se a concepção do condomínio sustentável através da construção de terraços verdes.

O que são Terraços Verdes?

Também conhecidos pelo nome de telhado verde, os terraços consistem na implantação de solo e vegetação sob uma camada impermeabilizada no terraço de edifícios. Com a concepção de terraços verdes, uma edificação se converte em um condomínio sustentável, revitalizando espaços urbanos e convertendo edificações em áreas ecológicas efetivas.

Benefícios de um condomínio sustentável

Ao construir um terraço verde em seu condomínio, os benefícios contemplam tanto aspectos econômicos como de bem estar:

Conforto acústico

A cobertura vegetal ajuda a abafar os sons externos, trazendo um maior conforto acústico aos moradores do condomínio sustentável.

Embelezamento e Lazer

O terraço verde contribui para tornar o condomínio sustentável uma área bonita e agradável para o convívio de vizinhos e colegas, podendo ser também uma áreas destinada ao lazer.

Economia no condicionamento do ar

As plantas do terraço verde contribuem para a absorção do calor e formação de um microclima mais agradável no entorno da edificação, reduzindo a quase zero a necessidade de ar condicionado, contribuindo consideravelmente para a economia de energia no condomínio sustentável.

Redução das Ilhas de Calor

Nas grandes cidades a grande quantidade de concreto e falta de áreas verdes provoca o efeito conhecido como ilhas de calor, que aumenta as temperaturas em até 10ºC nas regiões urbanas. O terraço verde é uma forma de compensar esse efeito nas grandes cidades.

Absorção de CO2

Com o terraço verde, o condomínio sustentável irá contribuir com a absorção de CO2 e outros gases que contribuem para o aumento do efeito estufa, já que o gás carbônico é absorvido pelas plantas em seu processos de fotossíntese.

Contribuição na drenagem urbana

O terraço verde contribui com a absorção da água da chuva nos grandes centros urbanos, sendo uma colaboração importante do condomínio sustentável já que as áreas urbanas são grandes espaços impermeáveis.

Como viabilizar o Terraço Verde

A construção de um terraço verde – seja ele em edifícios em construção ou em empreendimentos já prontos – deve ser feito com alguns cuidados para evitar problemas de infiltração que podem ter consequências desastrosas para o empreendimento.

Conheça as etapas na montagem do terraço verde:

  1. Nivelamento e inclinação: a laje onde será construído o terraço verde deve estar nivelada e ter uma inclinação de 1,5% para garantir o escoamento da água na direção dos ralos.
  2. Impermeabilização: para evitar infiltrações na construção do condomínio sustentável, uma manta impermeabilizada ou lona asfáltica deve ser aplicada.
  3. Escoamento da água: a absorção de água pela terra no telhado verde deve ser facilitada de forma a evitar a formação de valas e lama no terraço verde. A estrutura permeável da PlastPrime é uma ótima opção para viabilizar o escoamento de água em terraços verdes. A escolha por esse produto é duplamente sustentável, já que ele é fabricado com plástico reciclado de caixinhas longa vida.
  4. Filtro: para não sujar a água que escoa no terraço verde, é indicado a aplicação de uma camada de geotêxtil ou Manta de Bidim, que tem como função reter a partículas de terra e outras sujeiras.
  5. Substrato: uma camada de pelo menos 10 cm de substrato deve ser aplicada na sequência, normalmente usa-se terra adubada.
  6. Cobertura Vegetal: por fim, grama e pequenas plantas são usadas para a montagem do terraço verde no condomínio sustentável. Espécies nativas são recomendadas na cobertura vegetal, já que essas exigem menos manutenção por estarem adaptadas à região.

Condomínio Sustentável

A construção de um terraço verde pode converter um espaço inutilizado em uma bonita e agradável área de lazer e confraternização entre vizinhos e amigos. Além dos benefícios que comentamos ao longo do artigo, a concepção desse tipo de espaço também conta pontos valiosos na obtenção de um selo de construção sustentável.

Se você adorou a ideia mas por algum motivo ela não é viável na sua construção, não se desanime! Existem outras opções semelhantes como é o caso dos jardins verticais!

Gostou das nossas dicas para um condomínio sustentável? Conte para a gente nos comentários e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *