Jardim em casa: quais espécies podem ser plantadas juntas?

Você está começando o seu próprio jardim em casa? Parabéns pela iniciativa, essa prática é bastante benéfica para sua saúde e bem-estar. No entanto, você sabia que existem algumas espécies que, se cultivadas juntas, podem prejudicar umas às outras? E, por outro lado, que outras podem ser fortalecidas quando se desenvolvem juntas?

Por mais que esse detalhe passe despercebido quando se pensa em desenvolver um jardim em casa, ele precisa ser considerado para que o seu jardim se desenvolva com beleza e saúde. Por isso, antes de começar o seu “cantinho verde”, conheça as espécies que deseja plantar, colete informações sobre a adaptação junto a outras variedades e fique atenta sobre as condições de sobrevivência para desenvolver um jardim harmonioso. Para isso, confira nossas dicas a seguir!

Dicas para seu jardim em casa: as espécies “amigas”

Confira algumas variedades que, quando plantadas juntas, oferecem melhor desenvolvimento e ajudam-se mutuamente.

Alface, cenoura e beterraba

Alface e cenoura são variedades que se dão bem com quase todas as plantas, influenciando positivamente no desenvolvimento do seu jardim em casa.

A beterraba (que apenas não deve ser cultivada junto ao feijão) agregada a esse grupo, produz resultados ainda melhores.

O sucesso dessa combinação se deve também ao fato de as raízes não competirem entre si: alface tem a raiz mais superficial, enquanto a cenoura e a beterraba as tem mais profundas.

Alecrim, sálvia e tomilho

Esses temperos deliciosos podem ser tranquilamente cultivados juntos, já que exigem os mesmos cuidados e práticas de manutenção.

Eles são capazes de aproveitar os mesmos nutrientes e condições (luz solar, umidade, etc.), sem representarem ameaça um ao outro. Se plantados em local compartilhado, seja diretamente na terra ou em seja em vasos, tendem a crescer ainda mais bonitos!

Chicória, abóbora e rabanete

A chicória e a abóbora são espécies de muito boa relação na plantação. São variedades que podem compartilhar espaço com diferentes qualidades de plantas, sem que se prejudiquem ou representem perigo às demais. Ambas apresentam ótimos resultados quando unidas a outras hortaliças, tais como o rabanete – que tem reação comum e fácil adaptação a plantios compartilhados.

Repolho, brócolis e espinafre

Essas três verduras tão famosas no cardápio são excelentes opções para serem cultivadas no seu jardim em casa. Quando plantadas juntas, no mesmo solo, apresentam pleno desenvolvimento e qualidade diferenciada de produtos. Como essas verduras pertencem à mesma categoria, se fortalecem juntas e compartilham propriedades semelhantes.

Batata, feijão e ervilha

Esses alimentos, quando em fase de plantio, são considerados como bons companheiros – já que auxiliam um no desenvolvimento do outro. A batata, o feijão e a ervilha são capazes de compartilhar nutrientes importantes, trazendo mais força às raízes.

As “inimigas” que não podem ficar juntas no seu jardim em casa

É importante ficar de olho também naquelas espécies que, de jeito nenhum, podem ser cultivadas juntamente! Assim, você evitará que a saúde do seu jardim seja prejudicada.

Tomate e abóbora

O tomate é mesmo um dos campeões nas hortas caseiras, dada sua versatilidade, largo uso na culinária e gosto tão saboroso! Mas, apesar de sua popularidade, ele apresenta algumas incompatibilidades de plantio.

A abóbora, por exemplo, não pode ser plantada junto a essa variedade! Isso se deve ao fato de que, em mesmo espaço, essas duas espécies acabam “disputando” pelos nutrientes do solo – impedindo o desenvolvimento mútuo.

Salsa e as demais variedades

Essa é uma variedade que precisa ser plantada isoladamente, pois sua relação com qualquer que seja a espécie é bastante delicada. A sua atuação metabólica se torna prejudicial à saúde das demais, além de apresentar maior suscetividade à ocorrência de pragas e doenças. O ideal mesmo é plantar a sua salsa em um vaso que fique distante de outras espécies.

Morango e batata

O morango, apesar de ser delicioso, é uma fruta muito delicada e suscetível a pragas. Por isso, é muito importante manter ele longe de algumas espécies. As batatas, por exemplo, de comum cultivo, devem ficar distantes dessa frutinha. Isso porque a batata pode atrair algumas espécies de fungos e doenças que podem ser fatais para a saúde desta plantação.

Seguindo essas dicas não tem erro: além de seu jardim em casa estar sempre bonito e saudável, lhe renderá alimentos orgânicos de qualidade!

E então, pronta para começar a cultivar seu jardim em casa? Já conhecia as peculiaridades desses espécies? Deixe sua mensagem nos comentários!

  1. Pingback: Como criar um paisagismo de jardim vertical? - Plastprime

  2. Pingback: 10 itens de jardim que você não pode deixar de ter - Plastprime

  3. Pingback: Plantas para áreas de piscina: quais usar? - Plastprime

  4. Pingback: Melhores plantas para jardim vertical - Plastprime

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *