Maneiras simples e inteligentes de economia e reuso da água

No último dia de 5 junho foi comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Nesta data, ativistas, embaixadores do meio ambiente e cidadãos que se preocupam com a preservação da vida e dos recursos naturais do planeta pautam os noticiários e redes sociais chamando atenção ao tema. Dentre os desdobramentos estão o reuso da água, a redução do volume de lixo produzido, aumento do uso de energias limpas e, também, a preservação das fontes de água doce.

De acordo com a ONU, a escassez de água vai atingir até dois terços da população mundial em 2050. Por isso, no post de hoje, vamos apresentar maneiras simples e inteligentes de reuso da água. Boa leitura!

Instalação de cisterna

Uma das formas mais comuns de reuso da água é a instalação de cisternas, sistemas que armazenam água da chuva para uso restritamente doméstico. A água coletada pode ser utilizada na irrigação de jardins, lavação de calçadas e descargas, por exemplo.

A instalação de cisternas pode trazer uma economia de até 50% de água em residências, além de reduzir a sobrecarga das redes pluviais em épocas de chuva.

Reuso da água da máquina de lavar roupas

A água dos ciclos de enxágue da máquina de lavar roupas, conhecida como “água cinza”, pode ser coletada e posteriormente reaproveitada para lavar pisos e na limpeza em geral. Esse tipo de solução pode trazer a redução de até 5% da fatura de água de uma residência.

Já existem soluções práticas e acessíveis para instalar um kit de reuso da água com a máquina de lavar roupa, que coleta a água em um tanque, onde ela pode ficar por até 48h (após esse tempo ela pode começar a exalar odores desagradáveis). O tanque deve ser mantido fechado por questões de segurança em relação à proliferação de mosquitos, e a água pode ser coletada a partir de uma torneira para uso na limpeza em geral.

Áreas externas permeáveis

Uma maneira simples de economizar água e ter uma atitude mais amiga do meio ambiente é a concepção de áreas externas permeáveis. Ao tornar áreas externas permeáveis por meio do plantio de grama e plantas, reduz-se a carga de água que será escoada para o sistemas pluvial. A água que permeia o solo terá como destino o lençol freático, fazendo com que se cumpra o seu ciclo natural.

A combinação de área permeável com vegetação ajuda o meio ambiente e contribui para diminuir a reflexão do calor. Isso auxilia na diminuição do uso de climatizadores, fazendo com que o consumo de energia elétrica da residência seja, também, menor.

Atitudes conscientes no dia a dia

Além dessas soluções simples e inteligentes para reuso da água, existem outras e pequenas atitudes e que, quando combinadas, podem trazer uma economia considerável.

Em termos de instalações, o uso de torneiras de baixo fluxo com aeradores ajuda a reduzir o consumo, mantendo a impressão de uma grande vazão de água: é o efeito da “peneirinha” na saída da torneira. Vasos sanitários com duas opções de fluxo também contribuem com a economia de água de maneira considerável.

Repensar hábitos diários também pode impactar consideravelmente a economia de água. São atitudes como tomar banhos mais curtos, escovar os dentes com a torneira fechada e lavar roupa com menor frequência, esperando por uma quantidade capaz de encher a máquina, que, quando somadas, podem trazer uma redução considerável no consumo de água domiciliar.

O que esperar para o futuro?

As alternativas que apresentamos são soluções de reuso da água simples, já bastante praticadas e que podem contribuir de forma considerável com a economia de água domiciliar.

Existem projetos, como o Edifício Zero Água (e zero Energia), construído em Curitiba, que se propõem a coletar toda a água que a edificação necessita, assim como tratar e reutilizar a água de efluentes produzidas pelo local. As tecnologias envolvidas em propostas como essa nos dão um panorama das soluções que, no futuro, poderão ser adotadas por todos.

E para você, que maneiras de economia e reuso da água são aplicadas no seu dia a dia? Conte para gente nos comentários e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eBOOK GRATUITO!

 TELHADO VERDE: COMO E POR QUE FAZER?