O que é e como fazer fertirrigação?

Para o desenvolvimento e a manutenção de hortas e jardins sempre bonitos e saudáveis, é preciso irrigar as espécies conforme suas necessidades. Além da água, elas também precisam receber nutrientes importantes para o seu crescimento – é aí que entra a fertilização. E uma das práticas que ajudam a manter essa rotina de cuidados é fazer fertirrigação.

Você sabe o que do que se trata essa técnica? E como fazer fertirrigação? Descubra tudo neste artigo!

Afinal, o que é fertirrigação?

Em suma, trata-se de um processo que integra e torna simultâneas as atividades de irrigação e fertilização. Por meio dele, aplica-se fertilizantes diluídos na água, utilizando o próprio sistema de irrigação, que atua, também, na condução e na distribuição de adubo.

Essa prática é bastante empregada na agricultura e na manutenção de jardins e hortas, tendo em vista que a junção promovida agiliza e facilita a execução das duas atividades. Ainda, ela contempla um uso mais otimizado da água, recurso cada vez mais escasso – de fato, sua aplicação na lavoura tem o potencial de reduzir até 30% o consumo de água em relação aos processos tradicionais e isolados.

Quais são as vantagens de fazer fertirrigação?

Entre as principais vantagens dessa prática, podemos destacar:

  • Melhora na qualidade da manutenção das espécies.
  • Maior eficiência no uso da água e dos fertilizantes.
  • Bom controle da dosagem de nutrientes que chegarão às espécies.
  • Mais agilidade nas rotinas de manutenção do jardim.
  • Auxílio no combate a pragas.
  • Ajuda a produzir folhas, flores, hortaliças e frutos bastante vistosos.
  • Mais eficiência na adubação das espécies.
  • A nutrição mais equilibrada favorece o desenvolvimento de espécies mais resistentes.
  • Gestão mais sustentável de recursos naturais.
  • Técnica eficiente e econômica.

Dicas de como fazer fertirrigação

Para fazer fertirrigação, os fertilizantes devem ser diluídos na água que será aplicada na irrigação, de forma a chegarem de modo contínuo e na medida adequada até as espécies. Nessa hora, é preciso estar atento para não fazer uma diluição muito concentrada de fertilizantes – isso poderia prejudicar o solo e sua plantação. 

Essa aplicação é executada fazendo uso de sistemas de microirrigação (por gotejamento ou por microaspersão) ou de aspersão. 

Na verdade, em tese, qualquer sistema de irrigação poderia ser utilizado para fazer fertirrigação. No entanto, os que têm um maior nível de uniformidade de distribuição da água se mostram como os mais indicados para essa prática. 

Outra dica importante diz respeito ao adubo. Ele pode ser comercial ou orgânico, mas deve apresentar um alto nível de solubilidade e baixo teor de impureza. Ainda, o adubo para fazer fertirrigação não deve conter nenhuma substância empedrante. 

Nas espécies externas, é bastante recomendável fazer fertirrigação, ao menos, ao final do inverno. Já nas espécies que ficam em ambientes internos, indica-se que ela seja feita mais regularmente para potencializar resultados.

Nos jardins verticais, essa prática é também recomendada para a manutenção das espécies – e naqueles que são desenvolvidos a partir de módulos que são compatíveis com sistemas de irrigação, como os da PlastPrime, tudo isso se torna ainda mais prático.

E então, você já conhecia a fertirrigação? Pensa em aplicá-la em seu jardim ou em sua horta? Conte pra gente nos comentários e até a próxima!

One thought on “O que é e como fazer fertirrigação?

  1. Pingback: 5 legumes para plantar em vasos! - Blog Plastprime

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *