fbpx

Perigos de uma obra: como se proteger com segurança?

Engenheiros e arquitetos sabem bem o potencial para acidentes que obras de construção civil possuem. O canteiro de obras é um espaço que favorece uma série de acidentes, e por isso, todo cuidado no que tange a segurança é importante.

Por isso, relembramos aqui alguns dos principais cuidados que se deve ter para ficar longe dos perigos de uma obra. Acompanhe.

Uso de EPI – Equipamento de Proteção Individual

É de responsabilidade da empresa que executa a obra fornecer aos funcionários e visitantes os equipamentos de proteção individuais (EPIs) necessários para que sua integridade física não seja comprometida em caso de algum incidente.

Um dos principais EPIs é o sapato de segurança (ou bota), que deve conter biqueira de aço para evitar danos caso a pessoa bata com a ponta do pé em algum objeto duro ou pontiagudo. O solado deve ser de borracha para evitar a propagação de corrente em caso de choque elétrico, e também ser antiderrapante para garantir que o trabalhador ou visitante não escorregue em superfícies lisas.

Capacetes também são obrigatórios até mesmo para visitantes, e cumprem com o papel de impedir danos maiores em caso de choque ou queda de algum objeto que possa colidir com a cabeça da pessoa. Um ponto importante sobre a segurança do capacete é garantir que este seja colocado da forma correta, isso porque muitos acidentes têm consequências sérias em função da má colocação desse EPI. 

Outros equipamentos que garantem a segurança nas obras são óculos de proteção, luvas, respiradores e protetores auriculares. O uso de cada um destes vai depender das especificidades da obra e, também, do tipo de trabalho que o colaborador em questão está desenvolvendo. 

Sinalização para segurança

A sinalização do ambiente é um fator crucial para a segurança de obras. Esta deve garantir que as pessoas que circulam pelo local sejam informadas dos agentes de risco presentes, tais como: queda de materiais, substâncias tóxicas, desníveis e outros.

As vias de acesso para circulação de máquinas e veículos também devem ser devidamente sinalizadas para garantir a segurança em obras, evitando choques com as pessoas que circulam no ambiente.

Telas protetoras

A NR-18 – que estabelece normas para a segurança de trabalhadores da construção civil – prevê que sejam instaladas proteções onde haja risco de queda de materiais ou de pessoas. Essa norma de segurança visa proteger tanto as pessoas que trabalham ou visitam o canteiro de obra, como também a vizinhança desta – uma vez que um objeto em queda pode trazer danos para veículos, residências e até mesmo pessoas que estão no entorno da obra.

Para garantir a segurança neste aspecto, são instaladas redes protetoras – também conhecidas como telas fachadeiras – para evitar que objetos que venham a cair causem algum tipo de prejuízo.

Trabalho em altura

Obras de construção, reforma ou demolição envolvem inevitavelmente a necessidade de trabalho em altura – que é definido como qualquer atividade que seja realizada a mais de 2 metros do nível do chão, seja este feito através de andaimes, escadas ou plataformas.

Para realizar esse tipo de trabalho, o colaborador deve ter a certificação da NR-35. Esta norma regulamenta o trabalho em altura e estabelece que ele deve passar por um estudo prévio sobre os riscos existentes. As atividades em altura passam pelas etapas de planejamento, organização e execução – estas exigências buscam garantir a segurança de todos os trabalhadores durante a execução de trabalho em altura.

Atenção com a segurança

Os cuidados que citamos aqui são alguns dos mais importantes para manter a segurança em obras. A atenção com treinamento de colaboradores, troca de EPIs obsoletos e constante cuidado com a segurança diminuem consideravelmente os riscos de acidentes.

Vale lembrar que as consequências de um acidente vão muito além dos danos à saúde ou perdas materiais. A falta de segurança pode comprometer o risco reputacional da empresa que executa a obra e trazer prejuízos financeiros a partir de multas e processos judiciais. Por isso, todo cuidado é importante!

Gostou das dicas de segurança que ressaltamos aqui? Siga a PlastPrime no LinkedIn e não perca nenhuma novidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *