Quais os cuidados ter em um projeto com área molhada?

Projetos com área molhada, como banheiros, lavabos, áreas de serviço e piscinas, demandam alguns cuidados especiais devido à constante presença de água nesses ambientes. 

A escolha de materiais para esses espaços deve levar em conta a segurança das pessoas – dando preferência a materiais antiderrapantes -, e a preservação de suas características funcionais – optando por materiais que não deteriorem na presença constante de água.

Pensando em ajudá-lo em seu projeto de área molhado, preparamos algumas dicas. Confira. 

Área molhada à prova de acidentes

Ao projetar um espaço de área molhada, é preciso ter cuidado especial na escolha do revestimento, que deve ser antiderrapante para evitar escorregões e acidentes. Quando houver idosos e crianças entre os frequentadores, esse cuidado deve ser ainda maior.

Algumas soluções de revestimento, como o de pedras naturais e porcelanatos, apresentam características antiderrapantes e, por isso, são recomendados para projetos de área molhada.

Características funcionais de revestimentos

NBR 15.575-3 define os padrões de estanqueidade que pisos para áreas molhadas devem ter. A legislação define áreas molhadas como ambientes que, por decorrência de sua função, possibilitam a formação de lâminas d’água.

De acordo com a NBR, é esperado que áreas molhas sejam capazes de evitar o surgimento de umidade quando submetidas ao contato com camadas de água de pelo menos 10 mm por 72 horas. Depois desse período, elas não devem apresentar bolhas, fissuras, empolamentos, destacamentos, descolamentos, delaminações, eflorescências e desagregação superficial.

Por isso, ao escolher revestimentos para área molhada, é preciso verificar se este tem características funcionais de acordo com esta finalidade, de forma a garantir que não apresente deformações ou nenhum outro tipo de problema ao entrar em contato com lâminas de água.

Proteção contra agentes naturais

Uma área molhada está mais suscetível à formação de bolores e mofos em função da constante exposição a umidade. Esses agentes naturais costumam aparecer nos rejuntes entre os revestimentos, e são de difícil remoção.

Para evitar esse tipo de problema o ideal é optar por revestimentos e rejuntes – quando for o caso – que contenham alguma aplicação superficial específica ou agente especial contra mofos e bolores.

De olho na manutenção

Alguns revestimentos de características mais porosas exigem constante manutenção quando aplicados em área molhada. Por isso, ao fazer esse tipo de escolha, é preciso ter um pouco de planejamento. O piso pode ser lindo, mas haverá tempo e recursos financeiros para dar a manutenção necessária ao revestimento?

A dica de ouro é entender exatamente qual o processo de manutenção, sua frequência e necessidade de mão de obra especializada para a conservação do revestimento, de forma que possa haver um planejamento antes de fazer a escolha.

Sugestão para o seu projeto: Deck Modular Plástico

A PlastPrime fabrica para o seu catálogo de Pisos & Engenharia uma solução para área molhada que pode ser usada em jardins, ofurôs e piscinas: o deck plástico modular. Ele é fabricado a partir da reciclagem de caixinhas longa vida e, por isso, considerado um produto sustentável.

O deck plástico modular é de fácil montagem e, praticamente, não precisa de manutenção. Ao contrário da opção mais tradicional em madeira, o produto não empena, não é suscetível a mofos, bolores e cupins, não solta farpas e nem racha. Também é resistente aos agentes externos, como raios solares, maresia e umidade.

No que tange a segurança de área molhada, o deck plástico também apresenta propriedades antiderrapantes, evitando acidentes – o produto apresenta excelente resistência ao tráfego. 

Essas características fazem com que o Deck Modular Plástico seja uma opção segura, sustentável e de baixo custo de manutenção.

Cuidados em área molhada

A escolha de materiais de boa qualidade – especialmente revestimentos – é um dos pontos mais importantes para um projeto de sucesso. Além disso, é preciso entender as especificidades desse tipo de ambiente e levar em conta não só a qualidade, mas o cuidado em escolher materiais com especificação adequada para essa finalidade.  

E então, gostou das nossas dicas de pontos de atenção ao fazer um projeto com área molhada? Se você ficou com alguma dúvida, escreva para a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *