Quais são os selos de construção sustentável?

A construção civil é o setor da economia que mais gera impactos ambientais. O alto consumo de energia e de recursos naturais, juntamente com o alto volume de resíduos gerados são os principais responsáveis por esses impactos. A construção sustentável é um conceito que visa, por meio de diferentes iniciativas, diminuir esse impacto com práticas mais sustentáveis neste setor.

Um dos fatores que mais impulsionam o crescimento do mercado de construção sustentável é o aumento da consciência ambiental da população, que valoriza atitudes e escolhas baseadas no impacto destas com o meio ambiente.

Com o aumento da visibilidade da construção sustentável, surgiram, ao longo da últimas décadas, diferentes selos, que certificam que uma edificação está alinhada com práticas de preservação do meio ambiente.

Para que você possa entender quais são as principais certificações e suas exigências, apresentamos os principais selos de construção sustentável. Confira.

1 – LEED – Leadership in Energy and Enviromental Design

A certificação LEED é uma das mais conhecidas e respeitas certificações de construção sustentável. Criada nos Estados Unidos, é aplicada em mais de 140 países com o objetivo de fomentar a transformação de projetos, obras e operações, focando na sustentabilidade de suas atuações.

No Brasil, o órgão responsável pela certificação LEED é GBC Brasil, que já concedeu mais de 1200 certificações no país.

Os projetos submetidos a certificação LEED são analisados por 7 dimensões:

  • Espaço Sustentável
  • Eficiência do Uso da Água
  • Energia e Atmosfera
  • Materiais e Recursos
  • Qualidade Ambiental Interna
  • Inovação e Processos
  • Créditos de Prioridade Regional

Existem pré-requisitos obrigatórios nessas dimensões e créditos recomendados que, quando atendidos, somam pontos à edificação. A pontuação final define o nível da certificação que pode ser: Certificado, Silver, Gold e Platinum.

2 – AQUA – Alta Qualidade Ambiental

O selo de construção sustentável AQUA-HQE (Haute Qualité Environmentale ou Alta Qualidade Ambiental) tem como base a certificação francesa Démarche HQE, e é feita no Brasil pela Fundação Vanzolini.

A certificação AQUA avalia 14 categorias de preocupação ambiental:

  • Relação do edifício com o seu entorno
  • Escolha Integrada de Produtos, Sistemas e Processos Construtivos
  • Canteiro de obras de baixo impacto ambiental
  • Gestão da energia
  • Gestão da água
  • Gestão de resíduos
  • Manutenção – permanência do desempenho ambiental
  • Conforto higrotérmico
  • Conforto acústico
  • Conforto visual
  • Conforto Olfativo
  • Qualidade sanitária dos ambientes
  • Qualidade sanitária do ar
  • Qualidade sanitária da água

A avaliação feita em cada uma dessas categorias é classificada nos níveis Base, Boas Práticas ou Melhores Práticas. Para obter o selo de construção sustentável AQUA-HQE, é preciso alcançar pelo menos 3 categorias com o nível Melhores Práticas, 4 em Boas Práticas e 7 no nível Base.

3 – Selos Casa Azul

A Caixa Econômica Federal criou o selo Casa Azul para certificar os empreendimentos construídos com financiamentos cedidos pela própria entidade. Trata-se de uma iniciativa nacional para promover o uso racional de recursos naturais na construção sustentável, melhorando, também, a qualidade das habitações no país.

O selo Casa Azul contempla seis diferentes categorias:

  • Qualidade Urbana
  • Projeto e Conforto
  • Eficiência Energética
  • Conservação de Recursos Materiais
  • Gestão da Água
  • Práticas Sociais

Dentro dessas categorias são 53 critérios avaliados, sendo que o empreendimento deve cumprir com pelo menos 19 para receber o selo Casa Azul. A certificação classifica os imóveis com o Selo Ouro, Prata ou Bronze.

4 – Selo Procel Edifica

O selo Procel, conhecido por indicar a eficiência energética de eletrodomésticos, teve seu conceito estendido para edificações.

O Selo Procel Edifica identifica construções com bons níveis de eficiência energética nas seguintes categorias:

  • Envoltória
  • Iluminação
  • Condicionamento de Ar
  • Aquecimento de Água

O selo é emitido pela Eletrobrás após a inspeção por um organismo acreditado.

Por que ter um selo de construção sustentável?

Os selos de construção sustentável servem, primeiramente, como forma de garantir que as ações tomadas para garantir a sustentabilidade de uma edificação foram eficazes e, de fato, estão contribuindo para um futuro melhor do planeta.

Além disso, a obtenção destas certificações pode ser relevante para aumentar o valor de mercado de um imóvel e, também, pode ajudar uma empresa a ganhar destaque no mercado por suas atitudes amigáveis ao planeta.

Se você gostou deste artigo e quer começar logo a adotar ações para a obtenção do selo, sugerimos que conheça a linha de Pisos e Engenharia da PlastPrime, com diversos produtos sustentáveis produzidos a partir de materiais reciclados. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *