Reduza a quantidade de lixo

Lixo é um grande dilema da humanidade. Nós nos acostumamos a deixá-lo na calçada, e “magicamente” ele desaparece de lá. Pronto, problema resolvido, né? Nada disso! Grande parte desses resíduos vai para aterros sanitários e lixões, onde, sem tratamento, poluem cursos d’água, o solo e o ar.

Para se ter uma ideia, o Brasil produz 7% do lixo domiciliar mundial. É pouco, se comparado com os Estados Unidos, que, sozinhos, produzem 31% de todo o lixo do planeta. Aqui, cada brasileiro de classe média produz cerca de 1 kg de resíduos por dia. Ou seja, uma família de 4 pessoas chegaria a acumular uma montanha de quase 30 kg de em uma semana, caso o lixeiro não passasse para fazer sua “mágica”.

Uma das formas de cada um ajudar a mudar esse quadro é aderir à reciclagem, ao reúso, à diminuição do desperdício. Reciclar materiais já é algo que todo mundo conhece, embora muitas cidades no Brasil ainda não tenham sistemas eficientes para recolher e encaminhar esse tipo de resíduo para o destino correto. Se você já faz isso, parabéns. Mas sempre dá pra melhorar na busca por um mundo mais sustentável e saudável. Veja o que você pode fazer:

  1. Reduza o consumo. Significa menos resíduos.
  2. Diminua o desperdício de alimentos e materiais. Fará bem ao seu lixo e ao seu bolso.
  3. Escolha produtos com poucas embalagens e utilize sacolas retornáveis para carregar as compras.
  4. Prefira produtos in natura ou plante uma pequena horta em casa com Vasos Empilháveis, Módulos para Jardim Vertical ou Cachepôs de Parede.
  5. Faça compostagem de seu lixo orgânico, isso diminuirá significativamente os resíduos não-recicláveis e não-compostáveis que você vai colocar na rua todos os dias.
  6. Lave e separe os materiais recicláveis (metal, vidro, plástico, papéis) e os encaminhe a entidades ou pessoas que fazem seu recolhimento, caso sua cidade não tenha coleta domiciliar.

E você, tem alguma outra dica para reduzir a quantidade de lixo? Mande pra gente nos comentários.

 

Fontes: www.dgabc.com.br, www.ecycle.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *