fbpx

Consumo sustentável: 5 hábitos para o ambiente de trabalho

É bem provável que você já tenha escutado algo sobre consumo sustentável, pois o  termo esteve na moda nos últimos vinte anos. Mas, hoje em dia o termo parece ter se transformado em um artigo de luxo, algo que não se aplica na prática, o que não é verdade, pois, se houver reflexão mínima sobre as responsabilidades de cada um, os hábitos sustentáveis se propagam muito bem.

Isso ocorre, por exemplo, no ambiente de trabalho. A partir do momento em que diversas empresas estão mais preocupadas com a equipe estar em trabalho remoto ou presencial, uma discussão ressurge com força total: será que as empresas não poderiam pensar em consumo sustentável como forma de otimizar os recursos dentro do próprio escritório?

A resposta é simples: sim, desde que haja iniciativa para que isso aconteça. Pensando nisso, formulamos 5 hábitos de consumo sustentável para o ambiente de trabalho, e eles podem começar por você, ao invés de esperar o mundo girar novamente para alguma coisa acontecer. Veja como melhorar sua atitude de formas simples, práticas e eficazes.

1. Conheça a origem do que te cerca

De onde vêm os materiais que sua empresa compra? A pergunta pode parecer absurda, mas a verdade é que a procedência faz toda a diferença. Saber se o mobiliário de seu escritório, ou os materiais aplicados na parede, ou até mesmo os produtos químicos usados na higienização poderiam ou deveriam ser substituídos faz toda a diferença.

Porém, ainda que a mudança seja importante, é necessário conscientizar todos os colaboradores, e isso envolve um processo que demanda atenção. Fale com seu superior, se for o caso, e monte uma comissão que traga informações sobre como certas demandas de materiais podem ser substituídas.

Ou fale com os responsáveis pela CIPA, pois eles podem te ajudar.

2. Papel é mesmo necessário em sua rotina profissional?

Hoje, é realmente difícil compreender como, em um mundo no qual até mesmo a assinatura de um documento pode ser digital, ainda exista alta demanda de papéis circulando por tantas empresas. Comece por você, e espalhe bons hábitos através da conscientização, mais uma vez. Imprimir é mesmo necessário?

Se for o caso, questione os responsáveis pela distribuição e compra de folhas de sulfite, e faça com que a empresa inteira esteja ciente das causas que o uso excessivo de papéis causa ao meio ambiente, desde o desmatamento descabido até o entupimento de um bueiro por lixo.

3. Qual é a iluminação sobre suas ideias?

Converse com os responsáveis pela saúde ocupacional de sua empresa e veja as possibilidades existentes para evitar o desperdício de energia elétrica. O mesmo vale para o uso de ar-condicionado e ventiladores.

Tudo dependerá das regras e necessidades de sua empresa, mas é bem provável que a conscientização quanto aos benefícios de luz natural para o ambiente e para o organismo de cada pessoa esteja ausente neste momento. Portanto, é necessário dialogar sobre os benefícios da luz solar onde for possível.

4. Reciclagem não saiu de moda e sua empresa precisa saber disso

Nem toda empresa está localizada em uma cidade cujo serviço público de reciclagem esteja disponível. Mas, isso não significa que um programa de reciclagem não deva ser feito, sobretudo porque a responsabilidade sustentável faz parte de cada um, como quesito de cidadania.

Em um ambiente profissional, a iniciativa pode ser feita, por exemplo, através da separação instantânea de diferentes tipos de materiais recicláveis. A coleta pode ser feita por iniciativas não-governamentais, e para que isso aconteça bastam algumas ligações ou e-mails.

O processo de reciclagem é essencial para a preservação ambiental, e para a provação de que resíduos recicláveis podem ser utilizados na criação de outros tantos propósitos, além dos orgânicos, os quais vão parar em compostagens. Seja como for, a reciclagem não saiu de moda.

5. Cultive e promova áreas verdes: saúde dentro e fora do escritório

Cultivar áreas verdes pode ter duas formas interessantes de promover a sustentabilidade no ambiente de trabalho:

Construa a área verde

Se cada colaborador adotar uma planta, pode ser que a sua empresa esteja mais próxima de um ambiente verde e sustentável. Cuidar de plantas não deve ser obrigação, e sim vantagem, pois a troca que elas oferecem é muito maior do que temos a dar.

Viva a área verde

Estar por mais tempo na área verde, promover ações com outros colaboradores, trazer à tona hábitos mais saudáveis tanto para movimentar o corpo quanto para estimular a respiração. Tudo é, mais uma vez, questão de conscientização e hábito.

E você, promove algumas dessas ações para o seu ambiente de trabalho?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.