fbpx

Dicas de gerenciamento de equipes na construção civil

O gerenciamento de equipes na construção civil não é uma tarefa fácil, mesmo para os gestores mais experientes. Afinal, é preciso constantemente fazer malabarismos com orçamentos, cronogramas, imprevistos no canteiro de obras, mudanças climáticas e comunicação com dezenas ou até centenas de trabalhadores.

E, para que tudo isso ocorra da melhor forma possível, buscando garantir que os projetos sejam entregues nos padrões, prazos e orçamentos estipulados, é preciso ter um bom gerenciamento de equipes.

Conforme levantamento do The Construction Management Association of America, o gestor de projetos de construção civil lida, em média, com cerca de 120 responsabilidades, que dependem dos profissionais liderados por ele para serem executadas. 

Por isso, adotar as melhores práticas no gerenciamento de equipes na construção civil é tão importante. A seguir, conheça algumas dicas para ajudar na gestão de pessoas em seus projetos.

1 – Tenha uma comunicação aberta e eficiente

A comunicação é essencial para todas as fases de qualquer projeto de construção civil. Qualquer dúvida, ruído ou incerteza pode gerar custos enormes, perda de tempo e diversos problemas no canteiro de obras.

Portanto, no gerenciamento de equipes, é essencial estabelecer um fluxo de comunicação eficiente com todos os profissionais. 

Como parte da equipe pode atuar de modo descentralizado, em diferentes setores e canteiros de obras, adotar uma plataforma que permita a comunicação ágil é uma boa solução.

Este tipo de tecnologia pode também integrar comentários, imagens, documentos e calendários em um único local, facilitando o fluxo comunicacional, as orientações e o esclarecimento de dúvidas. 

Além disso, lembre-se de que, para ser um bom líder, é preciso também ouvir bem a sua equipe. Não é suficiente se comunicar com as pessoas se você não estiver aberto para ouvir suas respostas. 

Ainda, considere as suas sugestões. Muitas vezes, quem realiza determinada tarefa tem uma visão mais prática sobre o que funciona melhor nessa execução.

2 – No gerenciamento de equipes, mantenha o time atualizado

Os profissionais precisam de uma compreensão clara do quadro macro e de como eles se encaixam nisso. Caso contrário, pode haver desmotivação e boatos prejudiciais podem acabar surgindo.

Para evitar este tipo de situação, é importante que, no gerenciamento de equipes de construção civil, sejam compartilhadas informações gerais sobre mudanças e novidades na empresa, sua visão de futuro, novos projetos, etc.

3 – Siga e aplique os protocolos de segurança

A segurança pode, muitas vezes, ser subestimada pelos próprios trabalhadores. É papel do gestor garantir que isso não ocorra e que se adotem sempre os protocolos necessários para que todos permaneçam seguros.

Isso inclui a adoção e renovação de EPIs, padrões operacionais de equipamentos, entre outras iniciativas.

Outro ponto importante é motivar o comportamento seguro por meio do exemplo. Portanto, nunca circule pelo canteiro de obras sem a proteção necessária nem realize procedimentos inseguros. 

4 – Mostre-se disponível e acessível

Se os trabalhadores passam a maior parte do tempo tentando localizar seu líder, as tarefas provavelmente irão atrasar ou ser feitas de modo não conforme.

Dessa maneira, tanto para evitar a desmotivação da equipe quanto para garantir a produtividade e o ritmo de trabalho, mostre-se disponível. Seja pessoalmente ou via celular, aplicativo de comunicação instantânea ou de outras formas que sejam convenientes a todos, demonstre que os profissionais podem entrar em contato quando precisarem.

5. Minimize a presença de focos de conflitos

Nenhum canteiro de obras é perfeito, mas é sua responsabilidade como gestor minimizar riscos, gargalos e situações que possam levar a conflitos e problemas com a sua equipe e que possam prejudicar seu engajamento e o andamento do seu trabalho.

Assim, aja para evitar, por exemplo:

  • Sobrecarga de trabalho;
  • Desrespeito aos momentos de descanso e folgas da equipe;
  • Falta de ferramentas adequadas para a execução das tarefas;
  • Atraso na entrega de novos EPIs;
  • Condições inseguras de trabalho;
  • Atrasos nos pagamentos;
  • Clima organizacional ruim e pesado;
  • Liderança agressiva.

6. Defina metas claras para cada membro da equipe

Nem você nem os profissionais terão certeza de que o trabalho está gerando o resultado esperado se não houver uma forma de acompanhar e mensurar tudo o que é feito.

Portanto, as metas cumprem um importante papel de avaliação de desempenho, de desenvolvimento de um senso de propósito, de valorização e reconhecimento do empenho da equipe e para impulsionar o cumprimento dos prazos de seus projetos.

Assim, estabeleça metas para todos e certifique-se de que elas sejam compreendidas pelos profissionais, além de alcançáveis, realistas e desafiadoras. 

E então, pronto para adotar essas boas práticas no gerenciamento de equipes na construção civil? Para mais dicas, continue acompanhando nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *