fbpx

Guia completo: jardim feito com vasos

Grandes, pequenos, discretos, coloridos, quadrados, redondos: os vasos são extremamente versáteis e compõem lindamente a decoração de jardins.

Por isso, além de escolher com cuidado as espécies, também é importante dedicar atenção ao optar pelos vasos para esse ambiente que irá promover tanta beleza e momentos de relaxamento.

Então, se você quer começar um jardim ou reinventar o seu atual, continue a leitura. A seguir, falaremos mais sobre como desenvolver um jardim feito com vasos!

Por que criar um jardim com vasos?

Usar vasos no jardim tem muitas vantagens! Eles ajudam a tornar o cultivo menos restritivo, além de ser uma forma criativa de compor o visual do seu jardim.

Eles também tornam-se úteis para evitar que as espécies sejam plantadas muito próximas umas das outras, especialmente quando não temos muita experiência para calcular o espaço necessário entre elas. Isso permite evitar problemas como o crescimento atrofiado de suas plantinhas ou a rápida disseminação de doenças entre elas.

Ainda, contribui para evitar que plantas invasivas, que se espalham facilmente, tomem conta do seu jardim.

Também é fácil controlar o surgimento de ervas daninhas quando se utiliza vasos. Além do mais, será mais prático cuidar do seu jardim nesse modelo, você conseguirá otimizar a área (criando soluções verticalizadas, por exemplo com os vasos) e desenvolver um belo jardim independentemente do espaço disponível.

Não podemos esquecer, ainda, do belo efeito decorativo de um jardim feito de vasos e da facilidade para reorganizá-lo rapidamente apenas mudando a disposição dos vasos. Assim, se uma espécie entra em floração, você pode dar mais destaque a ela em seu jardim em poucos segundos!

Jardim feito com vasos: dicas práticas!

Agora que você já sabe mais sobre como ter um jardim feito de vasos pode ser prático e vantajoso, confira nossas dicas para organizar o seu.

1. Escolha vasos de materiais adequados

Este cuidado inicial é fundamental não apenas para a estética do seu jardim como, também, para garantir facilidade de cuidados e boas condições para o desenvolvimento das suas plantas.

Há uma grande variedade de materiais para vasos – como argila, madeira, metal, plástico e tantos outros.

Entre esses, o plástico é uma opção a ser considerada. Afinal, trata-se de um material leve, que é fácil de mover, que tem uma grande diversidade de cores, tamanhos e formas e que, ainda, é fácil de perfurar se houver necessidade. Ainda, diferentemente de outros materiais, como argila e terracota, não há perigo de que ele quebre ou danifique facilmente.

2. Certifique-se de ter boa drenagem nos vasos do seu jardim

Para que as plantas cresçam bonitas e saudáveis, a drenagem adequada é indispensável. Por isso, antes de fazer o plantio, cheque se o vaso tem um sistema de drenagem.

Caso contrário, faça furinhos no fundo em quantidade e tamanho suficiente para a água sair, sem deixar o solo muito úmido – o que poderia levar ao apodrecimento das raízes.

3. Pense no projeto visual do seu jardim feito de vasos

Se você está planejando agrupar um conjunto de vasos em seu jardim, pode ser mais agradável visualmente se eles forem de tamanhos diferentes.

Para ficar mais elegante, eles podem ter tons que harmonizem bem. Já se o seu jardim ficará na entrada da casa, vasos grandes e em formatos clássicos criam um efeito sofisticado e que valoriza este espaço.

Outra dica se você quiser criar um ponto focal é escolher um vaso de cor mais intensa e brilhante e plantar nele uma planta de cor contrastante – por exemplo, um vaso azul com uma folhagem verde-amarelada.

4. Avalie as espécies que podem ou não ficar próximas

Na hora de escolher as plantas para seu jardim com vasos, é importante pensar não apenas no efeito estético da combinação como, também, nas espécies que se beneficiam ou não da proximidade.

Isso significa deixar próximas – ou até no mesmo vaso, dependendo do tamanho e projeto – as espécies que têm necessidades e perfis semelhantes.

Assim, plantas que precisam do mesmo tipo de exposição solar, solo e rotina de rega podem ser boas candidatas a ficaram próximas.

É preciso também considerar as espécies amigas ou inimigas, como explicamos neste artigo.

5. Considere utilizar vasos empilháveis

Este poderá ser um destaque do seu jardim. Os vasos empilháveis ajudam em um melhor aproveitamento do espaço e criam um visual marcante.

Você também pode utilizá-los para criar seções temáticas no jardim – o cantinho das ervas aromáticas, das orquídeas, etc.

E então, gostou da ideia de ter um jardim feito de vasos? Para mais dicas, baixe nosso guia de paisagismo para iniciantes!

One thought on “Guia completo: jardim feito com vasos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *