fbpx

5 dicas para sustentabilidade na construção civil

A construção civil é um setor que gera muitos resíduos em canteiros de obras e extrai sua matéria-prima da natureza. Devido a estes fatores, o mercado está buscando soluções para minimizar impactos ambientais por meio da sustentabilidade na construção. Confira cinco dicas para implementar em seus projetos, tornando-os mais sustentáveis.

5 dicas para sustentabilidade na construção civil

  1. Materiais sustentáveis ⇒ O material para a sustentabilidade na construção não polui o meio ambiente, ajuda a reduzir os impactos de extração e não prejudica o ser humano. São chamados de materiais sustentáveis aqueles que podem ser reutilizados – reformando materiais já existentes, a partir da criatividade –, recicláveis – podendo entrar novamente para o ciclo de vida do produto, como pisos de plástico modular –, que apresentam selos de certificações ambientais e seguem as normas ISO – como a empresa PlastPrime –, e que tenham gestão de seus resíduos sólidos adequada, minimizando-os. Os produtos PlastPrime não geram resíduos no canteiro de obra e alguns são feitos com materiais reciclados (como o PlastDeck).
  2. Telhados verdes ⇒ Telhados verdes utilizam cobertura vegetal em vez de materiais convencionais. Seus principais benefícios são: reduz o consumo de energia da edificação, pode-se utilizar como filtro natural da água da chuva – por ser drenante –, diminui emissão de CO2 e ilhas de calor urbanas. Para auxiliar nas etapas de execução de telhados verdes o nosso produto PlastFloor é excelente, por ser ecológico e permeável. Seguindo essa vertente existem os jardins verticais, que trazem benefícios equivalentes aos telhados verdes, na nossa Linha de Casa e Jardim também temos módulos que facilitam a montagem do seu jardim vertical, o PlastWall.
  3. Eficiência da água ⇒ Para se obter a sustentabilidade na construção é crucial reduzir o consumo de água, controlando o fluxo da água por meio de chuveiros de baixa vazão, arejadores em torneiras, descargas de duplo acionamento, assim como, executar paisagismo com plantas nativas e paisagismo sem água (xeriscaping), utilizar fontes alternativas de água – captação da água da chuva através de pisos permeáveis – e reutilização da água, a partir do tratamento de esgoto (águas cinzas não potáveis).
  4. Iluminação natural ⇒ A iluminação natural é composta pela integração de diferentes sistemas.  Para otimizar a luz natural utiliza-se átrios, clerestory windows (janelas ao longo do topo da parede), claraboias, janelas de vidros; para controlar a iluminação excessiva aposta-se em proteções como brises, beirais, persianas; o layout interno deve ser aberto e sem ofuscamento, para melhor penetração da luz natural; na maior parte do Brasil maximiza-se as aberturas no norte e sul, diminuindo no leste e oeste; observar sempre o sombreamento e refletividade adjacente da construção; escolher o design adequado de esquadrias com materiais de alta qualidade.
  5. Energia renovável ⇒ Para concluir nossas dicas de sustentabilidade na construção civil, as energia renováveis são energias naturais e inesgotáveis, vamos conhecer duas delas. A energia eólica necessita de localização geográfica ideal, com vento em uma única direção, um espaço físico grande (150 m diâmetro das turbinas); já a solar é composta por placas fotovoltaicas, que devem ser expostas o máximo de tempo a luz solar, com a vantagem de projeto de pequeno e médio porte terem espaço suficiente para dispor as placas.

Soluções PlastPrime para sustentabilidade na construção civil

Como visto anteriormente, a PlastPrime tem soluções incríveis para auxiliar a sustentabilidade na construção, por nossos produtos serem recicláveis e não produzirem resíduos na sua instalação. Vamos conhecer melhor algumas delas!

PlastFloor 

O PlastFloor é ecologicamente correto e um grande aliado em projetos sustentáveis. Sua área vazada na parte superior, permite uma total infiltração das águas diretamente para o solo. Sendo preenchida com pedrisco ou grama, é ideal para telhados verdes e paisagismo. Empresas que buscam a certificação Leed têm grande interesse por este produto.

PlastDeck

Aliando design e sustentabilidade, o PlastDeck é um produto ecológico. Isto porque, sua base é produzida com plástico proveniente da reciclagem das caixas longa vida, não produz resíduos e é reciclável – voltando para seu ciclo de vida. Além de nosso deck modular ter sua vida útil maior que o deck de madeira. Ideal para áreas molhadas e de lazer.

O que achou das nossas dicas? Vamos por em prática? Conte para a gente nos comentários. Até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *