fbpx

Como cultivar morangos em vasos!

Um bolo, smoothie ou trufa de morango – quem resiste? O morango é mesmo uma das preferências nacionais e uma deliciosa opção para comer diretamente do pé, tendo a certeza de sua origem orgânica e sem o uso de agrotóxicos. E saiba que isso é mais simples do que imagina: cultivar morangos em vasos pode ser fácil, seguindo nossas dicas!

A seguir, aprenda como cultivar morangos em casa e tenha em breve esse saboroso fruto à sua disposição!

Por que cultivar morangos em vasos?

O morango é mesmo uma delícia, certo? E é uma opção muito versátil para incluir em sua hortinha caseira, podendo compor receitas de sucos, vitaminas, geleias, docinhos, bolos, etc.

Além disso, ele tem propriedades bastante benéficas à saúde. Ele é rico em antioxidantes, vitamina A, C, E, B5 e B6, cálcio ferro e minerais. Tudo isso ajuda na redução da pressão, na prevenção ao câncer e no fortalecimento do sistema imunológico. Ah, e ainda por cima, ele tem baixo número de calorias e promove sensação de saciedade, sendo uma boa opção para dietas de emagrecimento.

E o cultivo dessa planta perene em vasos é muito prático e recomendado. O morangueiro, conforme se desenvolve, vai criando raminhos para os lados e se espalhando, comportamento esse que combina bem como vasinhos empilháveis ou vasos suspensos, ajudando a ornamentar o ambiente. 

11 dicas para cultivar morangos em vasos

1. Plante os morangos na época certa

A recomendação é plantar seus morangos em vasos no período entre o final do verão e o final do outono.

2. Escolha o vaso adequado

O vaso deve ter algo entre 40 e 45 cm de largura por 20 cm de profundidade. Também é importante que ele tenha furinhos no fundo para a passagem da água. 

3. Tenha cuidados na hora do plantio

O plantio doméstico com sementes é mais incomum e trabalhoso. As mudas ou estolões (espécie de caule com raízes) são mais utilizados e práticos.

Assim, depois de obter sua mudinha, é preciso preparar um solo adequado. Ele deve estar bem drenado e rico em matéria orgânica. Para que ele fique mais fértil, você pode misturar terra vegetal com uma pequena quantidade de composto orgânico ou húmus de minhoca.

Depois dessa preparação, inclua-a no vaso, enchendo-o até faltar em torno de 2,5 cm para chegar à borda. 

Se você escolheu o plantio de muda, é importante cuidar para que metade do caule fique ao nível do solo, a fim de não prejudicar o seu desenvolvimento. 

4. Saiba que a luminosidade adequada é essencial para o morango

A maior parte das variedades de morangos é bastante sensível à exposição solar direta e contínua. Por isso, a recomendação geral é de que os morangos em vasos recebam luz solar entre seis e dez horas diárias. Posicioná-los em uma janela nesse período, por exemplo, pode ser uma boa ideia. 

Uma dica importante é lembrar de ir virando o vasinho a cada semana, para que todos os lados da plantinha recebam a luz que tanto precisam. 

5. Proteja a planta do vento

O vento pode prejudicar o desenvolvimento dos seus morangos, ressecando o solo e, até mesmo, derrubando os vasinhos e comprometendo sua muda. Por isso, se houver vento mais forte, lembre-se de proteger o vaso.

6. Adube corretamente os morangos em vasos

O solo deverá ser adubado mensalmente com adubo orgânico. E se você perceber que as folhinhas estão ficando em um tom bem mais claro, pode ser sinal de que falta hidrogênio no solo – o que pode ser resolvido, por exemplo, colocando alguns grãos de café no vasinho. 

7. Estabeleça uma boa rotina de rega

A verdade é que o morangueiro em si gosta de água todos os dias, porém, o morango não.  Por isso, tenha um cuidado extra no momento da rega, não molhando os frutos que estão brotando, mas sempre deixando a terra úmida, colocando mais água quando o solo estiver seco ou um pouco farelento. 

8. Tenha cuidado com as ervas daninhas

As ervas daninhas podem comprometer sua produção de morangos orgânicos. Por isso, sempre faça a sua remoção, de preferência manualmente, dada a fragilidade do morangueiro.

9. Se necessário, utilize um fungicida

Infelizmente, os morangos desenvolvem fungos com certa facilidade – por exemplo, a partir da rega excessiva. Sendo assim, se notar uma espécie de pozinho ou manchas nas folhas, utilize um fungicida próprio para isso. Ainda, retire as folhas comprometidas para que o fungo não se alastre para o restante da planta. 

Outra dica importante: deixe os morangos em vaso longes de tomates, berinjelas e batatas, pois esses podem acabar espalhando rapidamente fungos nos moranguinhos. 

10. Avalie se não é momento de fazer o transplante

Esse item é bem simples: se as raízes estiverem saindo pelos buracos do vaso, é hora de transplantar seu pezinho para um vaso maior. 

11. Faça a colheita de modo cuidadoso

Como vimos, a planta é bastante frágil, por isso até mesmo a apanha dos morangos deve ser mais delicada. A dica é segurar no pé próximo do morango e puxá-lo com um movimento de torcimento, deixando o fruto rolar suavemente para sua mão. É recomendado fazer a colheita para consumo imediato e em dias mais frescos para não prejudicar sua durabilidade. 

E então, o que você acha de começar a cultivar morangos em vasos? Que outros alimentos você gostaria de ter em sua hortinha caseira? Deixe sua mensagem nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *