fbpx

Cores na decoração: como fazer combinações incríveis!

Um dos grandes princípios da decoração abrange as combinações de cores para os ambientes. Entender como diferentes possibilidades podem estimular ou relaxar os sentidos, transmitir alegria, conforto ou prazer é fundamental para criar atmosferas especiais nos ambientes e dar uma renovada na sua casa.

A escolha de cores, de início, pode parecer ser unicamente uma questão de gosto, mas uma composição de tons bem elaborada é o segredo para harmonizar e transformar espaços. Não é por menos que, na hora de construir, reformar ou redecorar, escolher e saber combinar as cores ainda é uma das tarefas que mais geram dúvidas.

Pensando nisso, neste artigo, apresentaremos algumas dicas para você dar aquela repaginada na sua decoração com muito estilo e praticidade – afinal, você não quer que os seus espaços passem em branco, certo? Acompanhe a seguir.

Algumas combinações que trarão mais cor para os seus dias

Diversas áreas de estudo, como publicidade, arquitetura e moda, utilizam a psicologia das cores para formar impressões, transmitir ideias, influenciar decisões e estimular pensamentos.

Por mais que você perceba essa forma de comunicação nos seus dias e note que determinada cor lhe agrada mais do que outra, na hora de pensar em combinações para a decoração, é natural que surjam dúvidas do tipo: verde combina com azul? Será que amarelo vai ficar legal naquela parede da sala? E no quarto, vale inovar com um tom mais vibrante ou devo usar aquela paleta de tons mais claros?

Para resolver esse impasse, é importante compreender alguns conceitos. A seguir, conheça a classificação das cores:

  • Primárias: são as cores que dão origem a todas as outras – azul, vermelho e amarelo.
  • Secundárias: esses tons surgem a partir das combinações feitas entre duas primárias, como o verde (azul e amarelo) e o laranja (vermelho e amarelo).
  • Terciárias: já estas tonalidades são o resultado da mistura entre as primárias e secundárias, como o turquesa (azul e verde), por exemplo.

A união dessas categorias dá forma a um mecanismo chamado de círculo cromático. A harmonização que as cores podem estabelecer entre si é fundamental na hora de escolher as melhores combinações para a decoração. Ela pode seguir diferentes estilos, como:

  • Análoga: essas cores aparecem em sequência no círculo cromático, sendo bastante harmônicas, mas não apresentam contraste.
  • Complementar: também conhecida como harmonia oposta, consiste na combinação de cores de lados opostos do círculo, mas que produzem um contraste interessante e que trazem mais vivacidade e energia aos ambientes.
  • Triangulação: é também conhecida como harmonia de 60º. São as cores que formam a figura de um triângulo no círculo cromático. Basta escolher uma cor, pular outras três e escolher a possibilidade seguinte.

Além dessas técnicas, existem outras possibilidades, como a monocromia, harmonia de 90º, harmonia de 120º, entre outras.

Como utilizar as cores nos ambientes?

As cores carregam diferentes significados, afetam nossas ações e provocam sensações. É sempre importante ter isso em mente para escolher as melhores opções e criar os efeitos desejados.

Outro aspecto importante a ser considerado é a sua personalidade. De nada adianta revolucionar, encher os espaços com tons fortes, se você é mais discreto e reservado. Lembre-se de que as cores causam impacto e você precisará encarar sua decoração diariamente! Por isso, experimente diferentes tons e intensidades até encontrar aquelas que agradem seus olhos.

O esquema de cores é utilizado em todos os elementos do ambiente, desde a parede, até o piso, passando pelos móveis, tecidos e adornos. Se você deseja inserir o elemento cor na sua decoração, pode fazer isso a partir dos objetos decorativos. Assim, poderá trabalhar com contrastes e destacar alguns elementos que causarão um efeito incrível!

Quem sabe usar almofadas de cores vibrantes? Ou banquetas e cachepôs em tons diferentes e contrastantes? Assim, você mantém o ambiente equilibrado, sem deixar de aproveitar a versatilidade das cores com a comodidade de testar as aplicações, sem precisar fazer grandes investimentos ou reformas.

Por exemplo, você pode brincar com objetos laranja e amarelo pra reforçar o toque descontraído do espaço. Ou o vermelho para transmitir mais estilo e personalidade. Ou que tal o verde para dar um toque que remeta à natureza?

As cores devem estar presentes na decoração, mas sempre na medida certa: brincar com as combinações dos objetos e com as nuances de tons deixará sua casa mais bonita, colorida e harmoniosa.

Pense nas dicas que compartilhamos neste artigo e comece logo a escolher as cores do seu próximo projeto. Não se esqueça de compartilhar conosco a sua experiência aqui nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *