Como cultivar cactos?

Como cultivar cactos

Eles são realmente muito bonitos e charmosos, além de práticos para cultivar dentro de casa. Sim, estamos falando dos famosos cactos, sucesso absoluto quando o assunto é paisagismo.

No post de hoje, preparamos algumas dicas sobre o cultivo dessa planta ornamental, as características do cactos e os cuidados para mantê-los sempre belos e cheios de vida. Acompanhe!

Os cactos

Você já deve ter ouvido falar sobre os cactos, certo? Trata-se de uma planta muito vistosa, presente principalmente na América do Norte e do Sul, e bastante utilizada em jardins para fins de ornamentação.

Eles pertencem à família Cactaceae, tendo aproximadamente 175 gêneros e 2.270 espécies conhecidas. Os cactos se destacam pelo seu formato singular e por uma característica importante: a resistência. São conhecidos, também, pelos seus inúmeros espinhos e formatos exóticos.

Características dos cactos

Eles podem ter tamanhos variados, e existem exemplares miniaturas e outros que podem atingir até 10 metros. Os formatos são bastante exóticos, variando entre plano, tubular e campanulado.

Bastante resistentes, essas plantas podem viver sob forte incidência solar e pouca rega de água. Não apresentam folhas, são dotadas de espinhos e, em algumas espécies, é possível observar a incidência de flores.

Cuidados com os cactos

Cuidar e cactos é bastante fácil, e não exige muitas preocupações! Com algumas práticas básicas, você tira isso de letra:

Plantio

Eles podem ser plantados em vasos ou diretamente em solo, de acordo com a espécie em questão (considerando, claro, seu tamanho) – quem sabe um belo vaso de plástico da linha Isto!? É uma ideia bastante charmosa!

Seja qual for a forma que escolher, você precisará de um solo fértil e saudável, possibilitando o desenvolvimento da espécie. Recomenda-se o uso de um bom substrato (terra, cascalho, areia), um adubo de qualidade a base de nitrogênio e fósforo e um local com incidência solar.

Iluminação

Essas plantas adoram, mesmo, a luz do sol, por isso, o ideal é que estejam sob incidência direta. Os cactos se adaptam bem quando cultivados em ambientes externos, como varandas ou jardins, o que não impede que estejam presentes dentro da sua casa – mas, nesse caso, precisam ficar perto de portas ou janelas para que recebam toda a luz necessária.

Regas

As regas podem ser bem esparsas, já que essa planta tem muitos espinhos que acabam auxiliando na retenção de água. Como essa característica possibilita sua hidratação por mais tempo, o desenvolvimento não é prejudicado caso você acabe esquecendo de fazer a rega.

O ideal é que, no verão, você a faça uma vez na semana e, no inverno, a cada quinzena. Nesse processo, lembre-se de nunca encharcar os cactos, apenas umedecê-los.

Poda

Acredite, essa planta não precisa de podas. Não é que você não possa cortar, mas é que isso pode acabar deformando seus cactos. Ainda, nos casos das versões em miniatura, elas não crescem muito, e podem ser cultivadas em pequenos cachepôs.

Pragas

Outra boa notícia é que os cactos não costumam sofrer com a incidência de pragas. Na verdade, eles são bem resistentes a elas, mas, para fins de prevenção, vale uma atenção básica a esse pequeno inconveniente.

Existem alguns pesticidas específicos para essas espécies. Portanto, no primeiro sinal, faça uso desses produtos.

Pronta para cultivar cactos? Você vai tirar essa tarefa de letra! Além de trazer uma ornamentação para lá de especial ao seu lar, os cactos serão de fácil cultivo. Se você ficou com alguma dúvida ou tem alguma dica adicional, deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *