Quais plantas para jardins verticais internos usar?

Os jardins verticais são uma das grandes tendências do paisagismo de interiores hoje em dia. A proposta é muito eficiente no que tange à estética e ao conforto ambiental dos espaços. Eles ajudam a tornar os ambientes mais acolhedores, personalizados, agradáveis e, até mesmo, mais saudáveis e produtivos. No entanto, na hora de aderir a essa ideia, é bastante comum a dúvida de quais plantas para jardins verticais internos cultivar.

Se você quer incluir essa tendência tão benéfica e versátil em seus projetos de paisagismo ou, mesmo, repaginar sua decoração com mais verde, confira as dicas que preparamos sobre quais plantas para jardins verticais internos você pode escolher para essa iniciativa. Acompanhe a seguir.

5 exemplos de plantas para jardins verticais internos

Há muitos exemplos de plantas para jardins verticais internos. Sua escolha dependerá das condições de seu espaço, incluindo incidência solar, suas preferências estéticas e disponibilidade para cuidados e manutenção desse cantinho verde.

Veja algumas ideias:

1. Costela-de-Adão

A costela-de-Adão é um dos grandes exemplos de plantas ornamentais para jardins verticais. Além de ter um visual bastante diferenciado (formato, cor e textura viçosa), ela é imponente e se adapta facilmente à realidade desse tipo de espaço.

É, também, bastante resistente e suporta a falta de luz solar direta, ou seja, ideal para a proposta de jardins verticais internos. 

2. Samambaia

A samambaia é uma das espécies mais resistentes utilizadas no paisagismo e que frequentemente vem sendo aplicada nos jardins verticais internos. Essa é uma variedade com bom ciclo de vida, de boa durabilidade e com fácil adaptação a espaços de menor luminosidade.

Seu visual é bastante característico e combina muito bem na composição com outras espécies. A samambaia é uma planta pendente que ajuda a criar projetos lindos e bastante personalizados. Pode ser combinada a diferentes designs e ajuda a deixar o jardim mais farto e bonito.

3. Barba-de-serpente

Usar a barba-de-serpente nos jardins verticais internos pode ser uma ideia bastante estratégica. Isso porque essa planta, de caráter ornamental, é muito bonita e exótica. Sua tonalidade degradê e de pontas mais esbranquiçadas forma uma combinação de estética bastante atrativa.

Vale lembrar de que a barba-de-serpente não é uma espécie de difícil cultivo, ou seja, se adapta facilmente a ambientes internos e não apresenta necessidade de exposição solar direta frequente.

4. Temperos

Para quem prefere os jardins verticais mais minimalistas e com caráter funcional (nada como unir o útil ao agradável, certo?), a dica é investir em alguns temperinhos entre as plantas para jardins verticais internos. Além de você criar um espaço bonito, poderá utilizar as variedades na hora de preparar os seus cardápios, aderindo a uma dieta mais rica em produtos orgânicos.

Para esse tipo de espaço vale investir em variedades como a hortelã, o manjericão, o coentro, a cebolinha, o orégano, a salsa o tomilho e a pimenta. Fica um charme e torna sua cozinha ainda mais prática e aconchegante!

5. Antúrio

O que você acha de colocar um pouco mais de cor nos jardins verticais para interiores? Pensando nessa proposta, incluir flores como o antúrio pode ser uma boa ideia. Além de trazer um visual mais leve e alegre, ela ajuda a dar destaque para o espaço.

A espécie é exótica – com formato e tonalidade diferenciadas – e apresenta boa adaptação em ambientes internos. Ainda, promove uma combinação bastante interessante com outras espécies de plantas para jardim vertical, ajudando no desenvolvimento de projetos ainda mais sofisticados e bonitos.

Escolher as plantas certas faz toda a diferença na idealização dos jardins verticais internos. Além dos atributos estéticos de cada uma das variedades, é preciso considerar aquelas que se desenvolverão de forma saudável nesses ambientes.

Agora que você já sabe mais sobre as ideias de plantas para jardins verticais internos, para iniciar seu projeto, confira também as dicas de nosso guia para iniciantes em jardim vertical.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *